DENSIDADE, TAXA DE ENTRADA E ANÁLISE MORFOLÓGICA DE PELLETS PLÁSTICOS NA PRAIA DE SANTA CRUZ DOS NAVEGANTES, GUARUJÁ – SP

Victor Vasques Ribeiro

Resumo


A maior parte da matéria-prima utilizada em indústrias de plástico faz uso de pellets. Devido suas características, quando em ambientes aquáticos, grânulos plásticos podem concentrar e transportar diversos poluentes. A região da baía de Santos (SP) representa um local de grande importância para a economia, em função do Porto de Santos (SP). Neste estudo, a praia de Santa Cruz dos Navegantes, no município do Guarujá, localizada próxima à desembocadura do canal do porto de Santos foi amostrada. Com o objetivo de quantificar e analisar os pellets recentemente depositados foi calculado a taxa de entrada, densidade e análise morfológica destes grânulos. Para isso, foram realizadas cinco campanhas de coleta, de 7 a 11 de janeiro de 2019, direcionadas aos pellets presentes nos sedimentos superficiais da linha de deixa de maré durante picos de maré baixa. As densidades encontradas variaram entre 41,0 e 92,3 pellets/m² e a taxa de entrada foi entre 34,74 e 71,10 pellets/m². Essas maiores quantidades podem ser explicadas pelo fato de que a praia de Santa Cruz dos Navegantes recebe uma quantidade menor de banhistas e não tem limpeza de praia. Estes fatores fazem com que os pellets continuem presentes nos sedimentos superficiais. Foram encontrados pellets com oito formatos distintos, sendo os mais encontrados os cilíndrico achatado (28%), esférico achatado (25%) e disforme (24%). O tamanho dos pellets encontrados foi, em maioria entre 3,0 e 4,0 milímetros, porém, foram encontrados grânulos entre 1,5 e 6,0 milímetros. Outros estudos da região encontraram quantidades maiores de grânulos cilíndricos e esféricos achatados e menos disformes. Essa descoberta elucida que a praia de Santa Cruz dos Navegantes recebe pellets degradados. Entretanto, esses pellets não foram degradados ao ponto de diminuir de tamanho.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Boletim do Laboratório de Hidrobiologia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

B. Lab. Hidro.

E-mail: boletimlabohidro@ufma.br

ISSN 1982-6421 (Online)