Cadernos Zygmunt Bauman

Os Cadernos Zygmunt Bauman é um periódico do Mestrado Acadêmico (stricto sensu) de Psicologia da Universidade Federal do Maranhão, nas seguintes áreas de concentração: a) Processos Clínicos e Saúde; b) Processos Psicossociais. Este periódico é de grande pertinência intelectual para os estudos interdisciplinares em Ciências Humanas e Ciências Sociais aplicadas e que certamente vem proporcionar um extraordinário espaço para debate, principalmente, nas áreas de Ciências Humanas, Ciências Sociais, Filosofia, Psicanálise e Literatura. Tais áreas abordarão temas sobre: Relações Humanas; Axiologia; Violência Pública; Insegurança; Consumismo, Moda etc... O Caderno Zygmunt Bauman está voltado aos pesquisadores de graduação e pós-graduação, assim como leitores interessados nos temas abordados. Quanto aos artigos serão aceitos artigos de pesquisadores de pós-graduação, stricto Sensu, lato Sensu e, casos excepcionais de estudantes de graduação bolsistas de iniciação científica, desde que a publicação venha acompanhada com seu orientador, mestre ou doutor. O C-ZB terá sua periodicidade semestral em versão totalmente online. Vale aqui fazer uma breve apresentação a respeito do emérito sociólogo polonês Zygmunt Bauman nasceu no dia 19 de novembro de 1925, em Poznán. Ele principiou sua trajetória acadêmica na Universidade de Varsóvia, mas logo foi obrigado a deixar a academia, em 1968, ao mesmo tempo em que sua obra era proibida neste país.

Este periódico está indexado no Google Acadêmico, no Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER/IBICT), no Latindex (Sistema Regional de Informação em Linha para Revistas Científicas da América Latina, Caribe, Espanha e Portugal), Cadastrado no Diadorim, diretório de políticas das revistas científicas brasileiras sobre o acesso aberto aos artigos por meio de repositórios institucionais.

Acessos: acesso gratis

Imagem para capa da revista

Capa/Imagem: Colaboração de Edgar Silveira Franco

Se a vida numa sociedade de caçadores parece ou não uma vida no inferno é, evidentemente, tema de debate. A maioria dos caçadores experientes lhe dirá que ser um caçador entre outros tem seus momentos de alegria... O que dificilmente seria tema de discussão, contudo, é que ‘muitos’ adotarão a estratégia que é ‘fácil para muitos’, e portanto se tornarão ‘parte dele’, não mais confundidos por sua lógica bizarra nem irritados por suas exigências ubíquas, impertinentes e, em muitos casos, extravagantes. Também fora de dúvida é a expectativa de que os homens e mulheres que lutam para descobrir ‘quem e o que não são inferno’ precisarão encarar toda sorte de pressões para concordar com os que insistem em chamar de 'inferno'.

Zygmunt Bauman

Notícias

 

ENTREVISTA COM ZIGMUNT BAUMAN: Observatório da Impressa

 

O Observatório da Imprensa apresenta uma entrevista de Alberto Dines com o sociólogo polonês Zygmunt Bauman.

 


 
Publicado: 2015-10-18 Mais...
 
Outras notícias...