DANIEL DENNETT: uma perspectiva evolutiva da mente

Gildeon Oliveira do Vale

Resumo


O presente artigo pretende, a partir da leitura de Tipos de Mentes – rumo a  uma compreensão da consciência (1997), de Daniel Dennett, compreender a contribuição deste filósofo à investigação da mente, sobretudo do ponto de vista de uma proposta metodológica.  Neste sentido, aborda a perspectiva evolutiva da mente e a postura intencional, integradas à visão funcionalista do filósofo. 

PALAVRAS-CHAVE: Mente; Funcionalismo; Intencionalidade; Teoria da Evolução.

Palavras-chave


filosofia da mente

Texto completo:

PDF

Referências


CESCON, Everaldo. Quatro perspectivas contemporâneas em filosofia da mente. Revista Internacional de Filosofia. Suplemento 3, 2010, p. 321-335.

DENNETT, Daniel. Tipos de mentes – rumo a uma compreensão da consciência. Rio de Janeiro: Rocco, 1997. Versão digital disponível em: . Acesso em: 07 dez 2016.

DENNETT, Daniel. Prefácio In: ____________. Tipos de mentes – rumo a uma compreensão da consciência. Rio de Janeiro: Rocco, 1997. Versão digital disponível em: . Acesso em: 07 dez 2016.

DESCONSTRUINDO o “eu”. Disponível em . Acesso em: 17 dez 2016.

MIGUENS, Sofia. Daniel Dennett:a filosofia da mente como inquérito impuro. Comunicação apresentada no XIII Encontro de Filosofia - Princípio de Filosofia: natureza, homem, pensamento. Edição da Associação de Professores de Filosofia, 1999.

VIANA, Wellistony C. Hans Jonas e a filosofia da mente. São Paulo: Paulus, 2016. Coleção Ethos.

WRIGLEY, Michael, O seu tataravô era um robô. Em: . Acesso em: 16 dez 2016.




Direitos autorais 2019 Cadernos Zygmunt Bauman

 
ISSN 2236-4099