UM ESTUDO QUALITATIVO DA BASE CURRICULAR DOS CURSOS DE DIREITO

Wagner Saraiva Ferreira Lemgruber Boechat, Mariane Silva Paródia, Lygia Dias Maria Pereira

Resumo


O mundo atual, segundo a Teoria da Modernidade Líquida, se caracteriza pela constante mutação e pelo derretimento das instituições tradicionais. O curso de Direito não se difere desse todo, tampouco seus alunos. Cada vez mais a Internet tem feito parte do cotidiano de aprendizagem, tendo na maioria das vezes o Google como porta de entrada. Assim essa pesquisa se dispõe a verificar qualitativamente os links aos quais um aluno de direito penal estaria exposto. Como resultado verificou-se a pungência de conteúdos de qualidade duvidosa e resumidos. 

Palavras-chave


Curso de Direito; Modernidade Liquida; Google

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Felipe Quintão De. GOMES, Ivan Marcelo. BRACHT, Valter. Dilemas e desafios da educação na atualidade: uma leitura com Bauman. Primeiro Simpósio Nacional de Educação. Unioeste. Cascavel – PR. 2008. Disponível em http://www.unioeste.br/cursos/cascavel/pedagogia/eventos/2008/6/Artigo%2005.pdf. Acessado em 30 de jan. de 2017.

BALISCEI, João Paulo. CALSA, Geiva Carolina. STEIN, Vinícius. Trabalho e educação na modernidade líquida: reflexões sobre práticas pedagógicas contemporâneas. Revista Contexto & Educação. Ano 31. Nº 98. Jan./Abr. 2016. P. 203 a 221. Disponível em https://www.revistas.unijui.edu.br/index.php/contextoeducacao/article/view/5857. Acessado em 30 de jan. de 2017.

BARROSO, Rita de Cássia Amorim. COSTA, Daniele Santana. Tendências e contradições do uso das tecnologias no cotidiano dos jovens e adultos. 11º Encontro Internacional de Formação de Professores e 10º Fórum Permanente de Inovação Educacional. v. 9, n. 1. 2016. Disponível em https://eventos.set.edu.br/index.php/enfope/article/view/2061. Acessado em 30 de jan. de 2017.

BASÍLIO, Márcio Pereira. Tempos líquidos – Resenha. Revista Sociologias. nº.23 Porto Alegre Jan./Apr. 2010. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-45222010000100016. Acessado em 30 de jan. de 2017.

BAUMAN, Zygmunt. Globalização: as consequências humanas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1999.

__________________. Modernidade líquida. Tradução de Plínio Dentzien. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

___________________. Desafios educacionais da modernidade líquida. Revista Tempo Brasileiro, Rio de Janeiro, n. 148, p. 41-58. jan./mar. 2002.

__________________. Tempos líquidos. Tradução de Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2007.

__________________. Vida Líquida. 2.ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2009.

__________________. MAY, Tim. Capitalismo parasitário: e outros temas contemporâneos. Tradução de Eliana Aguiar. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed.: 2010.

CASTELLS, Manuel. A galáxia da internet — reflexões sobre a internet, os negócios e a sociedade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.

CHAVES, Gabriel Lyra. GARROSSINI, Daniela Favaro. Estruturas simbólicas e transmissão cultural: educação formal, mídia de massa e o debate da escola paralela. Revista de Estudios para el Desarrollo Social de la Comunicación, Norteamérica, 0, mar. 2016. Disponível em: http://revista-redes.hospedagemdesites.ws/index.php/revista-redes/article/view/411. Acessado em 31 de jan. de 2017.

CUNHA, Andreza Lima Marimon da. BACKES, Luciana. O que o professor google não ensina aos alunos adolescentes e o que nós, educadores, precisamos aprender. Colabor@ - A Revista Digital da CVA-RICESU, Vol. 7, Nº27. 2012. Disponível em http://pead.ucpel.tche.br/revistas/index.php/colabora/article/view/211. Acessado em 30 de jan. de 2017.

EBIZMBA. Top 15 most popular search engines. Ebizmba Guide, 2016. Disponível em http://www.ebizmba.com/articles/search-engines. Acessado em 30 de jan. de 2017

ECO, Humberto. O excesso de informação provoca amnesia. Entrevista concedida a Luís Antônio Giron em 30/12/2011. Revista Época. 2011. Disponível em http://revistaepoca.globo.com/ideias/noticia/2011/12/umberto-eco-o-excesso-de-informacao-provoca-amnesia.html. Acessado em 30 de jan. de 2017.

ESSER, Carolina Diamantino. O desafio dos professores de Direito em tempos de modernidade líquida. Revista da Faculdade Mineira de Direito, Belo Horizonte, v. 17, n. 33, p. 133-143, jul. 2014. Disponível em: http://periodicos.pucminas.br/index.php/Direito/article/view/P.2318-7999.2014v17n33p133. Acessado em 31 de jan. de 2017.

GASQUE, Kelley Cristine Gonçalves Dias. Internet, mídias sociais e as unidades de informação: foco no ensino-aprendizagem. Brazilian Journal of Information Studies: Research Trends. 10:2. p.14-20. 2016. Disponível em: http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/bjis/article/view/5929. Acessado em 31 de jan. de 2017.

GOOGLE BRASIL. Página inicial de pesquisa. Disponível em: www.google.com.br. Acessado em 31 de jan. de 2017.

HERNÁNDEZ, Fernando. Catadores da cultura visual: transformando fragmentos em nova narrativa educacional. Tradução: Ana Duarte. Porto Alegre: Mediação, 2007.

Conselho Nacional de Educação Câmara de Educação Superior. Resolução CNE/CES n° 9, de 29 de setembro de 2004. MEC – Ministério da Educação e Cultura. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/mais-educacao/323-secretarias-112877938/orgaos-vinculados-82187207/12991-diretrizes-curriculares-cursos-de-graduacao. Acessado em 31 de jan. de 2017.

OAB – Ordem do Advogados do Brasil. XXI Exame de Ordem - Unificado Edital de Abertura. Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil. 2016. Disponível em: https://www.oabmg.org.br/exame_novo/doc/26092016164128_Edital%20-%20XXI%20EOU.pdf. Acessado em 31 de jan. de 2017.

PORCHEDDU, Alba. Zygmunt bauman: intervista sull’educazione. Sfide pedagogiche e modernità liquida. Roma, Itália: Anica. 2005.

RODAS, Cecilio Merlotti; VIDOTTI, Silvana A. BORSETTI, Gregorio. Eye tracking em user experience: o que os seus olhos revelam. Brazilian Journal of Information Studies: Research Trends. 10:3. 2016. p.112-119. Disponível em: http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/bjis/article/view/5997. Acessado em 31 de jan. de 2017.

SGORLA, Kristian; LINDINO, Terezinha Corrêa. Capitalismo, Sociedade de Consumo e seus Reflexos na Educação Contemporânea. Revista Pleiade, 09(18): 42-51, Jul./Dez., 2015. Disponível em: http://intranet.uniamerica.br/site/revista/index.php/pleiade/article/view/290. Acessado em 31 de jan. de 2017.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 2013 – Acesso à Internet e à Televisão e Posse de Telefone Móvel Celular para Uso Pessoal. Disponível em: ftp://ftp.ibge.gov.br/Acesso_a_internet_e_posse_celular/2013/pnad2013_tic.pdf. Acessado em 31 de jan. de 2017.

KARNAL, Leandro. Palestra realizada no IV Encontro Institucional da Magistratura Trabalhista da 5ª Região. ESCOLA JUDICIAL.TRT 5ª Região. Salvador. 2015

LIMA, Daniela da Costa Britto Pereira. FARIA, Juliana Guimarães. TOSCHI, Mirza Seabra. A produção do conhecimento na sociedade da informação: reflexões filosóficas sobre a pesquisa em educação. Educação e Filosofia Uberlândia, v. 28, n. 55, p. 373-393, jan./jun. 2014. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/viewFile/14240/15266. Acessado em 31 de jan. de 2017.

LUHMANN, Niklas. Sistemas sociales: lineamentos para una teoría general. Trad.Silvia Pappe y Brunhilde Erker; coord. por Javier Torres Nafarrate. Rubí (Barcelona): Anthropos; México: Universidad Iberoamericana; Santafé de Bogotá: CEJA, 1998.

SANTOS, Adriano de Araujo. Educação e pós-modernidade: reflexões sobre o currículo e os parâmetros curriculares de pernambuco a partir das ideias de Anthony Guiddens e Zygmunt Bauman. Debates en Educación y Curriculum. Congreso Internacional de Educación. Ano 1. N. 1. Set. 2015 – Ago 2016. Disponível em: http://posgradoeducacionuatx.org/pdf2015/A054.pdf. Acessado em 31 de jan. de 2017.

TERUYA, Teresa Kazuko. BALISCEI, João Paulo. NASCIMENTO, Mariana Costa do. Trabalho docente na modernidade líquida: o prezi no processo ensino e aprendizagem dos/as “alunos/as surfistas”. Revista Contrapontos - Eletrônica, Vol. 15 - n. 1 - Itajaí, jan-abr 2015. Disponível em: http://siaiap32.univali.br/seer/index.php/rc/article/view/5863. Acessado em 31 de jan. de 2017.

VELLASCO, Bianca Alencar. SANTOS, Silvair Félix. A representatividade discursiva das instituições de ensino superior presentes em Anápolis. ANAIS - Seminário de Pesquisa, Pós-Graduação, Ensino e Extensão do CCSEH – SEPE O cenário econômico nacional e os desafios profissionais. p. 1 – 13. 2016. Disponível em: http://www.anais.ueg.br/index.php/sepe/article/view/7065. Acessado em 31 de jan. de 2017.

VELLOSO, Luciana. Entre aproximações e afastamentos: tecnologias, mobilidades e educação. Cadernos Zygmunt Bauman. v. 5. N. 10. 2015. Disponível em: http://www.periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/bauman/index. Acessado em 31 de jan. de 2017.




Direitos autorais 2017 Cadernos Zygmunt Bauman

ISSN 2236-4099