HERMENÊUTICA: da gênese à reforma protestante

Fábio Coimbra

Resumo


A pesquisa em questão é uma investigação a propósito da evolução histórica da hermenêutica entendida, esta, enquanto arte de interpretar. Para fins pontuais, esta análise delimita-se no contexto que vai dos gregos antigos à Reforma Protestante. O objetivo geral desta pesquisa consiste em compreender os pressupostos fundamentais que dão consistência teórica e científica à hermenêutica enquanto ramo da interpretação. Sendo a interpretação um modo de explicação, levantar-se-á, a título de argumento, que o intérprete é aquele que deve ter certa afinidade com a coisa interpretada. Para tanto, faz-se necessário que o mesmo tenha considerável conhecimento do contexto daqueles que, por ele, há de ser esclarecido.  Sendo assim, poder-se-á levantar as seguintes indagações: Como se faz uma interpretação? O que se deve levar em conta no ato de interpretar? Estas são questões de fundo, apresentadas aqui na forma de problema, que animam esta hipótese de trabalho.

Palavras-chave


Contingência, interdisciplinaridade, Etica

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2016 Cadernos Zygmunt Bauman

ISSN 2236-4099