EDITORIAL: Modernidade e pós-modernidade

Jacqueline Oliveira Leão

Resumo


A presente edição de Cadernos Zygmunt Bauman põem em reflexão a sociedade e a sua história, a modelagem das práticas cotidianas e a confusa maneira de nos relacionarmos com o outro. Nessa “vida líquida”, nos gestos de incluir e excluir, somos levados à individualização e, com isso, até as nossas relações com o outro passam a ser constituídas por meio de desejos instantâneos, imediatos, como se o outro, simplesmente, representasse para nós um produto apetecível, descartável. Além do mais, essa moderna “liquidez” inspira insegurança, vazio existencial e desejos conflitantes.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais

ISSN 2236-4099