SOBERANIA, DISCIPLINA E BIOPODER: Dimensões da analítica do poder em Michel Foucault

Denner Willian Flugge Souza, Aruanã Antonio Dos Passos

Resumo


Este trabalho discute a analítica do poder em Michel Foucault usando como objeto de análise as obras Vigiar e Punir (1975) e Em defesa da Sociedade (1976). Buscamos entender o processo de estruturação e prática dos poderes através de sua formulação na soberania, nos dispositivos disciplinares e no conceito de biopoder. Compreendemos desta forma as estratégias de legitimação em cada modalidade de exercício do poder através das articulações e movimentos que essa analítica assume entre as duas obras, objetivando localizar a crítica radical à tradicional noção de poder vigente nas ciências humanas dos anos 1970 e a ruptura foucaultiana com esses modelos interpretativos.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais

ISSN 2236-4099