EXPERIÊNCIA DE LEITURA X PRIVAÇÃO DE LIBERDADE: a (re) construção da subjetividade

Izandra Alves

Resumo


Muitos são os projetos realizados por instituições governamentais e Ongs para levar a leitura literária até aqueles que são considerados pouco leitores. Estes, quase sempre, estão afastados do mundo dos livros, seja por questões econômicas, sociais ou ainda culturais. Atingir os que a escola nem sempre consegue - por conta das muitas dificuldades que enfrenta e dos problemas que fogem ao seu controle - tem se tornado um desafio para os mediadores de leitura. Assim, neste trabalho, pretendemos citar um projeto de leitura desenvolvido com meninos internos da Fundação Case Caxias do Sul, habitantes temporários do que chamaremos aqui de espaço em crise, lugar onde os projetos de leitura normalmente não chegam. Como aportes teóricos, utilizaremos os conceitos de Vicent Jouve, Wolfgang Iser (1979, 1996), Hans Robert Jauss (1994), Michèle Petit (1999, 2005, 2009, Michel Peroni (2003) e Jorge Larrosa (2003, 2011).

 


Palavras-chave


Leitura; Literatura; Espaço em crise; Mediação.

Texto completo:

PDF

Referências


CHARTIER, Roger. A aventura do livro: do leitor ao navegador. São Paulo: Editora UNESP/ Imprensa Oficial do Estado. 1999.

FOUCAMBERT, Jean. A leitura em questão. Porto Alegre: Artes Médicas, 1994.

ISER, Wolfgang. A interação do texto com o leitor. In: LIMA, Luiz Costa (Coord. e trad.). A literatura e o leitor: textos da estética da recepção. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979. p. 83-132.

____. O ato da leitura: uma teoria do efeito estético. Tradução de Johannes Kreschmer. São Paulo: Ed: 34, 1996.

JAUSS, Hans Robert. A história da literatura como provocação à teoria literária. Trad. de Sérgio Tellaroli. São Paulo: Ática, 1994.

JOUVE, Vincent. A leitura. São Paulo: UNESP, 2002.

LARROSA, Jorge. La experiencia de la lectura. México: FCE, 2003.

____. Experiência e alteridade em educação. Trad. Maria Carmem Silveira Barbosa e Suzana Beatriz Fernandes. Revista Reflexão e Ação. Santa Cruz do Sul, v.19, n 2, p.04-27, jul./dez. 2011.

PERONI, Michel. Historias de lectura. Trayectorias de vida y de lectura. México: Fondo de Cultura Económica, 2003.

PERROT, Michelle. Os excluídos da história: operários, mulheres, prisioneiros. Trad. Denise Bottamann. 2. ed. Rio de Janeiro: Terra e Paz, 1994.

PETIT, Michèle. Nuevos acercamientos a los jóvenes y la lectura. México: Fondo de Cultura Económica, 1999.

____. Una arte que se transmite. Desenredo: revista do programa de Pós-Graduação em Letras/ Universidade de Passo Fundo. Passo Fundo, Ed. da Universidade de Passo Fundo, vol. 1, n. 1, 2005. p. 99-116.

____. A arte de ler – ou como resistir à adversidade. Trad. de Arthur Bueno e Camila Boldrini. São Paulo: Ed.34, 2009.




Direitos autorais 2019 Cadernos Zygmunt Bauman

ISSN 2236-4099