VALORIZAÇÃO IMOBILIÁRIA, GENTRIFICAÇÃO E O PAPEL DO PLANEJAMENTO URBANO NA BUSCA PELA SUSTENTABILIDADE SOCIAL: O caso das operações urbanas consorciadas da cidade de São Paulo – SP

Aline de Lima Zuim, Carolina Maria Pozzi de Castro

Resumo


O instrumento urbanístico denominado Operação Urbana Consorciada (OUC) foi regulamentado no Brasil por meio do Estatuto da Cidade em 2001. A cidade de São Paulo foi pioneira na utilização desse instrumento, o qual, através da associação de capitais públicos e privados, busca transformações urbanas em uma determinada área da cidade, por meio de novas políticas de uso do solo e mecanismos financeiros. A urbanização resultante desse processo foi excludente, ocasionando graves casos de gentrificação. Dessa forma, procura-se compreender as transformações ocorridas no espaço urbano nas áreas de OUCs do município, em decorrência da valorização imobiliária dessas regiões e a importância do planejamento urbano nesse processo. Por meio de criteriosa análise de dados e documentos, pode-se concluir que muito ainda precisa ser feito para que as OUCs sejam aliadas na busca pela sustentabilidade social na maior cidade brasileira.


Palavras-chave


Operações Urbanas Consorciadas; Estatuto da Cidade; Plano Diretor Estratégico

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Lei 10.257 de 10 de julho de 2001. Regulamenta os arts. 182 e 183 da Constituição Federal, estabelece diretrizes gerais da política urbana e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/

LEIS_2001/L10257.htm> Acesso em: 08 mai. 2017.

CASTRO, L. G. R. Operações urbanas em São Paulo: interesse público ou construção especulativa do lugar. Tese (Doutorado em Estruturas Ambientais Urbanas). Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo – SP, 2006.

FERREIRA, J.S.W. São Paulo: o mito da cidade-global. Tese (Doutorado em Estruturas Ambientais Urbanas). Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.

FIX, M. Parceiros da exclusão: duas histórias de construção de uma “nova cidade” em São Paulo: Faria Lima e Água Espraiada. São Paulo, Boitempo, 2001.

MACIEL, J. L. Estruturas e estratégias de financiamento das Operações Urbanas Consorciadas: uma análise propositiva. Dissertação (Mestrado pelo Centro de Estudos em Regulação de Mercados). Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação, Universidade de Brasília, Brasília - DF, 2011.

MAGALHÃES JR, J. Operações Urbanas em São Paulo: crítica, plano e projeto. Parte 8 – Operação Urbana Água Branca revisão e proposição. In: Arquitextos nº066.03. São Paulo, Portal Vitruvius, 2005. Disponível em: . Acesso em: 26 nov. 2016.

MALERONKA, C. Projeto e gestão na metrópole contemporânea: um estudo sobre as potencialidades do instrumento “operação urbana consorciada” à luz da experiência paulistana. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo). Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo - SP, 2010.

MENEGON, N. M. Planejamento, território e indústria: as operações urbanas em São Paulo. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo). Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo – SP, 2008.

MONTANDON, D. T. Operações Urbanas em São Paulo: da negociação financeira ao compartilhamento equitativo de custos e benefícios. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo). Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo - SP, 2009.

SÃO PAULO (Prefeitura). Lei 13.260 de 28 de dezembro de 2001. Estabelece diretrizes para a área de influência da atual Avenida Água Espraiada e dá outras providências. Disponível em: < http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/urbanismo/sp_urbanismo/operacoes_urbanas/agua_espraiada/index.php?p=19602> Acesso em: 05/05/2017.

SÃO PAULO (Prefeitura). Mapa Digital da Cidade de São Paulo. Geosampa, 2010. Disponível em: . Acesso em: 13/05/2017.

SÃO PAULO (Prefeitura). Quantidade de domicílios e quantidade de pessoas por domicílio – 2000/2010. Infocidade, São Paulo – SP, 2012.

SÃO PAULO (Prefeitura). Mapa das taxas geométricas de crescimento anual. Infocidade, São Paulo – SP, 2012.

SÃO PAULO (Prefeitura). Quantidade de unidades residenciais verticais lançadas – 1998/2015. Infocidade, São Paulo – SP, 2016.

SP URBANISMO. Operação Urbana Consorciada Água Espraiada. São Paulo – SP, 2016.

VAN WILDERODE, D. J. A desregulamentação do planejamento urbano em São Paulo: as operações interligadas. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo). Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo – SP, 1994.




Direitos autorais 2019 Cadernos Zygmunt Bauman

ISSN 2236-4099