Cadernos Zygmunt Bauman

Os Cadernos Zygmunt Bauman é um periódico da Universidade Federal do Maranhão, nas seguintes áreas de concentração: Interdisciplinar, Direito, Serviço Social (B3) , Filosofia, Sociologia, Psicologia (B4) e Desenvolvimento Regional. O Caderno Zygmunt Bauman está voltado aos pesquisadores de graduação e pós-graduação, assim como leitores interessados nos temas abordados. Quanto aos artigos serão aceitos de pesquisadores de pós-graduação, stricto Sensu, lato Sensu e, casos excepcionais de estudantes de graduação bolsistas de iniciação científica, desde que a publicação venha acompanhada com seu orientador, mestre ou doutor. O C-ZB terá sua periodicidade quadrimestral a partir de janeiro de 2017 em versão totalmente online. Vale aqui fazer uma breve apresentação a respeito do emérito sociólogo polonês Zygmunt Bauman nasceu no dia 19 de novembro de 1925, em Poznán. Ele principiou sua trajetória acadêmica na Universidade de Varsóvia, mas logo foi obrigado a deixar a academia, em 1968, ao mesmo tempo em que sua obra era proibida neste país.

Este periódico está disponível no sistema LIVRE,  indexado no Google Acadêmico, no Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER/IBICT), no Latindex (Sistema Regional de Informação em Linha para Revistas Científicas da América Latina, Caribe, Espanha e Portugal), Cadastrado no Diadorim, diretório de políticas das revistas científicas brasileiras sobre o acesso aberto aos artigos por meio de repositórios institucionais.

Acessos: acesso gratis

Imagem para capa da revista

Capa/Imagem: Colaboração de Edgar Silveira Franco

Se a vida numa sociedade de caçadores parece ou não uma vida no inferno é, evidentemente, tema de debate. A maioria dos caçadores experientes lhe dirá que ser um caçador entre outros tem seus momentos de alegria... O que dificilmente seria tema de discussão, contudo, é que ‘muitos’ adotarão a estratégia que é ‘fácil para muitos’, e portanto se tornarão ‘parte dele’, não mais confundidos por sua lógica bizarra nem irritados por suas exigências ubíquas, impertinentes e, em muitos casos, extravagantes. Também fora de dúvida é a expectativa de que os homens e mulheres que lutam para descobrir ‘quem e o que não são inferno’ precisarão encarar toda sorte de pressões para concordar com os que insistem em chamar de 'inferno'.

Zygmunt Bauman

INDEXADORES

Notícias

 

ENTREVISTA COM ZIGMUNT BAUMAN: Observatório da Impressa

 

O Observatório da Imprensa apresenta uma entrevista de Alberto Dines com o sociólogo polonês Zygmunt Bauman.

 


 
Publicado: 2015-10-18 Mais...
 
Outras notícias...