OGUM AFRO-BRASILEIRO: ALTERNATIVAS DE PERTENCIMENTO CULTURAL PROPOSTAS PELOS RACIONAIS MC’S EM SOBREVIVENDO NO INFERNO

Cintia Camargo Vianna

Resumo


Assumindo a existência de relações constitutivas entre as cosmogonias africana e cristã na composição de uma cosmogonia afro-identificada, dispersa por toda a Diáspora Africana, o objetivo desse trabalho é apontar a composição de um universo afro-brasileiro de pertencimento, construído por intermédio da Orixalidade, presente nas comunidades-terreiro de matriz africana, Orixalidade essa que se espraia para o cerne do Movimento Hip Hop e aparece nas letras de rap como representação de origem. Ocupar-nos-emos, assim, desse aproveitamento feito pelos rappers dos Racionais MC’s, especialmente no CD Sobrevivendo no Inferno (1997).


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Afluente: Revista Eletrônica de Letras e Linguística

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN 2525-3441


INDEXADORES:

http://diadorim.ibict.br/bitstream/1/1301/1/azul.jpg

Resultado de imagem para latindex

  Resultado de imagem para livre revistas de livre acesso

 

VISITANTES MUNDIAIS DA AFLUENTE: REVISTA DE LETRAS E LINGUÍSTICA