A LÍNGUA DE SINAIS E A FONOAUDIOLOGIA: POSSIBILIDADE NA ATUAÇÃO COM OS SURDOS

Manuela Maria Cyrino Viana

Resumo


O presente artigo procura demonstrar a relação da surdez e do próprio surdo com a fonoaudiologia e ambos com a Língua de Sinais. Para tanto, utilizamos a pesquisa bibliográfica em referenciais teóricos na área da educação e saúde, voltadas à Língua de Sinais e à Fonoaudiologia, dispostos na literatura. Este estudo, de caráter descritivo, propõe-se a fornecer uma visão da surdez em seus diferentes aspectos fisiológicos e sociais, procurando relacioná-la com a Língua de Sinais, enquanto língua, com suas características gramaticais de aquisição natural do surdo - e da Fonoaudiologia - como área que trabalha essencialmente com a comunicação humana, retirando antigos estigmas que circundou por décadas o fazer fonoaudiológico relacionado à pessoa surda. Ao longo do trabalho, percebe-se que a Fonoaudiologia está intrinsecamente ligada ao surdo e à Língua de Sinais, e que não há mais espaço para o fonoaudiólogo que pretende atuar com a pessoa surda, que não esteja a par do que acontece na atualidade, e que a Língua de Sinais é parte deste novo cenário e deve ser apresentada à família junto com as outras possibilidades de atuação. Espera-se que o texto contribua de maneira efetiva, para reflexão sobre a postura do fonoaudiólogo no trabalho com surdos e a língua de sinais, bem como estimular outros estudos nessa área e fortalecer o processo inclusivo das pessoas com surdez nos espaços sociais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Afluente: Revista Eletrônica de Letras e Linguística

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN 2525-3441


INDEXADORES:


http://diadorim.ibict.br/bitstream/1/1301/1/azul.jpg

Resultado de imagem para latindex

 

 

  Resultado de imagem para livre revistas de livre acesso

 

VISITANTES MUNDIAIS DA AFLUENTE: REVISTA DE LETRAS E LINGUÍSTICA